Agora solto, goleiro Bruno ironiza Eliza Samudio

De acordo com O Antagonista, em sua primeira entrevista após deixar a prisão, o goleiro Bruno revelou como o rigor das penas não intimida quem está disposto a cometer um crime:

“Independente (sic) do tempo que eu fiquei também, eu queria deixar bem claro: se eu ficasse lá, tivesse prisão perpétua, por exemplo, no Brasil... não ia trazer a vítima [Eliza Samudio] de volta", afirmou à TV Globo.
O assassino agora goza e vive a vida em liberdade enquanto a vítima, Eliza, não teve a mesma sorte. 

É este mesmo Estado que soltou Bruno, que reclama e pune quando alguém faz justiça com as próprias mãos.

Créditos papotv.com
Mais informações »

Pesquisa mostra que Moro é o homem mais popular do Brasil

Sergio Moro é a figura mais popular do Brasil. A revelação foi feita por uma pesquisa do instituto Ipsos, publicada pelo Valor.

Sergio Moro é aprovado por 65% dos brasileiros e desaprovado por 26%. O grande inimigo de Moro, Lula, é aprovado por 31% e desaprovado por 66%. Ou seja, para cada louco que aprova Lula e o deseja, de novo, como presidente, existem dois que não querem ver o ex-presidente nem pintado de ouro.

Se Moro se candidatasse a presidente teria grandes chances de vencer a eleição.

Veja Mais em https://www.cesarweis.com/pesquisa-mostra-que-moro-e-o-homem-mais-popular-do-brasil/ 
Mais informações »

Empreiteiro vai delatar presidente da Câmara, Rodrigo Maia

O empreiteiro Fernando Cavendish, da Delta Engenharia, se comprometeu a revelar detalhes de sua relação com a família do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). 

Segundo informações da reportagem da revista Veja,  o empreiteiro disse que seus negócios prosperaram na gestão do ex-prefeito César Maia (DEM), pai de Rodrigo, com a construção do Estádio Engenhão, principal palco dos Jogos Pan-Americanos, em 2007.

O repasse foi referente as obras da construtora no Engenhão. Cavendish contou que o deputado ganhou outros R$ 500 mil. 

Primeiro na linha sucessória presidencial, Rodrigo Maia também é citado nas delações premiadas da Odebrecht e da OAS na Lava Jato.

Créditos papotv.com
Mais informações »

MILITARES FAZEM GESTO QUE DEMONSTRA SUBORDINAÇÃO COMPLETA AO PLANALTO

Os militares foram visitados nessa semana, dia 21, pelo presidente Michel Temer que foi ao Quartel General (QG do Exército) na companhia do Ministro da Defesa, Raul Jungmann. O motivo da visita ninguém sabe porém o gesto feito lá deixa entender a submissão completa das Forças Armadas ao Palácio da Alvorada.

O presidente Michel Temer recebeu das mãos do Comandante do Exército o bastão de GENERAL, conhecido também como o bastão de comando.

O objeto é bastante simbólico e quando é recebido das mãos do comandante do EXÉRCITO funciona como o claro reconhecimento de que MICHEL TEMER tem a fidelidade dos comandantes e que estes o reconhecem como COMANDANTE EM CHEFE e, portanto, hierarquicamente superior aos comandantes militares.

O ato foi realizado diante do Ministro da Defesa, do Comandante da Marinha, do Chefe do GSI e do ALTO Comando do Exército Brasileiro.

Se dirigindo aos oficiais generais presentes Temer disse: “Ao receber esse bastão de comando, eu tenho uma responsabilidade maior. Ao dizer ‘muito obrigado’ aos senhores, digo no sentido literal. Com essa simbologia que me foi entregue, eu me sinto mais obrigado a cumprir, adequadamente, as minhas funções, como o fazem permanentemente as Forças Armadas do País”

O simbolismo e reconhecimento da subordinação ao poder civil é importante e aparentemente foi planejado para nesse momento dar à sociedade e veículos de imprensa, nacionais e internacionais, um sinal claro de que os militares não esboçarão qualquer ação que possa causar instabilidade no país, permanecendo fieis a sua destinação constitucional.

(com informações da Revista Militar)

Mais informações »

Lava Jato quer objetos do acervo reincorporados ao patrimônio da Presidência da República

A força-tarefa da Operação Lava Jato, no Paraná, encaminhou pedido ao juiz federal Sérgio Moro solicitando que autorize a Secretaria de Administração do Planalto a incorporar uma parte das ‘tralhas’ do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao patrimônio da Presidência da República. 

Os bens foram os mesmo que levaram o petista a depor coercitivamente e estavam em um cofre-forte de uma agência do Banco do Brasil, em São Paulo.

Durante a Operação Aletheia, a Polícia Federal achou moedas, espadas, adagas, canetas, condecorações e outros objetos de valor que estavam armazenados no cofre do BB desde 2011, sem custo, segundo informou o gerente da agência.

Lula afirma ter recebido as ‘tralhas’ de presente quando exerceu os dois mandatos (2003/2010).

De acordo com a força tarefa, os objetos estavam em nome do filho  de Lula, Fábio Luis Lula da Silva e de sua falecida esposa, Marisa Letícia Lula da Silva.

A Procuradoria destaca que os bens estão descritos no ‘item 61’ de um documento da Secretaria de Administração da Presidência.

“O Ministério Público Federal requer seja autorizada a Secretaria de Administração da Presidência da República a adotar as providências necessárias à incorporação, ao patrimônio da Presidência da República, dos bens descritos no item 61 Relatório Final da Comissão Especial”, solicitam os procuradores.

Créditos papotv.com
Mais informações »

Eduardo Cunha chora de revolta. Ele estaria pronto para delatar

De acordo com a Eminente jornalista Débora Bergamasco, "quem conversou com o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na prisão diz que ele passa muito tempo chorando."

Segundo a informação, o choro não é de tristeza, mas de revolta. 

O peemedebista se sente um dos principais responsáveis pela viabilização do governo Michel Temer, por ter concretizado o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, segundo relatos.

Cunha se sente sozinho, usado e abandonado.

A decisão do Supremo de manter sua prisão preventiva o deixou surpreso e mais desesperado. 

A jornalista termina dizendo que Cunha parece convencido de fazer delação premiada. Mas a Procuradoria Geral da República não foi oficialmente procurada.

Créditos papotv.com
Mais informações »

Cidadão pega arma de policial ferido e mata bandido. VEJA AQUI

Ele viu os policias atingidos, pegou a arma de um deles e atirou contra um dos dois criminosos. Além disso, ele socorreu o policial e ficou para prestar depoimento. Esse comportamento dele nos aponta boa fé e uma atitude bem legal no que diz respeito a população. Ele atuou com heroísmo”, disse o delegado Rivaldo Barbosa, da Divisão de Homicídios (DH).

Um colega do PM baleado, o sargento Marcelo de Morais, também foi atingido, na cabeça e na barriga, e morreu na hora. Ele fazia parte do Grupo de Ações Táticas (GAT) do Batalhão de Olaria, considerada a elite da tropa. Um criminoso conseguiu fugir.
O homem que matou o bandido prestou um depoimento de duas horas na DH e está sendo tratado pelos investigadores como testemunha. 

Fonte: focododia

Mais informações »